Cursos Superiores em Portugal: Guia para a Candidatura e Cálculo da Média de Entrada

Estamos prestes a entrar num momento de grande expectativa para todos os estudantes – a divulgação das notas da 1ª fase dos Exames Nacionais que acontecerá amanhã, Segunda-feira, dia 17 de Julho. Este marco sinaliza o início de um novo percurso na vida de muitos jovens, que aspiram entrar num curso superior. A questão que surge, contudo, é: a média alcançada no secundário será suficiente para ingressar no curso e na universidade ambicionados?

Temos as ferramentas que te podem ajudar. A nossa Calculadora de médias, disponível online, permite-te determinar a tua média do secundário e a nota de candidatura ao ensino superior para o ou os cursos que selecionaste. Esta nota é calculada através de uma fórmula que inclui uma percentagem da nota de secundário e uma percentagem das notas dos exames, definida pelas próprias universidades.

Podes encontrar a nossa Calculadora através deste link: Calculadora Da Vinci.

É crucial que estejas a par das opções de cursos superiores disponíveis em Portugal, dos cursos que estás a ponderar e das suas respetivas notas mínimas de entrada, percentagens de peso das Provas de Ingresso para o cálculo da média de entrada e vagas disponíveis para 2023.

Para te auxiliar nesta investigação, fornecemos outro link nosso onde podes encontrar todos esses detalhes sobre os cursos superiores em Portugal: Cursos e Universidades em Portugal.

Com estas ferramentas ao teu dispor, estarás mais preparado para planear assertivamente o teu percurso académico, com base nas tuas notas e na oferta de cursos superiores disponíveis. Recorda que cada passo que dás é uma etapa que te aproxima do teu futuro desejado, e que todas as tuas conquistas e aprendizagens são valiosas nesta caminhada.

Desejamos-te a melhor das sortes no teu processo de candidatura ao ensino superior!

Fonte: www.ExamesNacionais.com.pt – O teu aliado na conquista do sucesso nos exames…

Entender o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECRL)

Quando abordamos o tema da aprendizagem de línguas, é essencial dispor de um meio que nos ajude a compreender e a categorizar os diferentes níveis de proficiência linguística. O Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECRL) é precisamente essa ferramenta.

Desenvolvido pelo Conselho da Europa, o QECRL é amplamente reconhecido em todo o mundo e utilizado como referência para o ensino e aprendizagem de línguas. Este quadro classifica os níveis de conhecimento linguístico de forma clara e detalhada, desde o nível iniciante até ao nível de proficiência.

Níveis de conhecimento de línguas de acordo com QECRL

  1. Nível iniciante: Para quem não possui conhecimento algum da língua.
  2. Nível elementar (A1):* Este nível corresponde a quem compreende frases básicas e instruções usadas em situações específicas. A interação ocorre de forma muito simples, recorrendo frequentemente a frases incompletas.
  3. Nível elementar superior (A2):* Neste estágio, o aluno é capaz de dominar frases simples, escrevê-las e compreender expressões relacionadas a áreas de relevância imediata. Há capacidade para participar de uma troca directa de informações simples.
  4. Nível intermédio inferior (A2-B1):* Este nível caracteriza-se por uma compreensão geral do que está a ser dito, embora possa haver dificuldades em alguns contextos específicos. O aluno consegue ler e escrever textos simples e manter uma conversa básica sobre tópicos conhecidos ou de interesse pessoal.
  5. Nível intermédio (B1-B2):* Aqui, o aluno já é capaz de compreender as ideias principais de um texto complexo e de interagir com um certo grau de espontaneidade. No entanto, podem ainda existir problemas com a gramática e o vocabulário.
  6. Nível intermédio superior (B2):* O aluno entende a língua do dia-a-dia e, apesar de cometer alguns erros gramaticais, consegue escrever e falar fluentemente. A interação com falantes nativos ocorre sem esforço.
  7. Nível avançado (C1):* Neste nível, o aluno compreende quase tudo, incluindo expressões idiomáticas. É capaz de produzir textos complexos e utilizar a língua de forma efetiva em contextos profissionais, académicos e sociais.
  8. Nível de proficiência (C2):* Este é o nível máximo de proficiência linguística, onde o aluno consegue compreender tudo e falar a língua perfeitamente. Por vezes, o conhecimento da língua pode ser superior ao de um falante nativo, embora possa conhecer menos expressões idiomáticas.

O QECRL não só fornece uma base sólida para o ensino e aprendizagem de línguas, mas também oferece uma escala clara de proficiência que é útil para quem está a aprender uma nova língua. Pode-se determinar o nível atual de conhecimento e estabelecer metas para a progressão futura.

Por exemplo, se és um estudante de nível B1, o teu próximo objetivo poderá ser alcançar o nível B2. Graças ao QECRL, terás uma ideia clara das competências que precisas adquirir e melhorar para atingir esse objetivo.

O QECRL também é uma ferramenta útil para professores e instituições de ensino, uma vez que permite avaliar o progresso dos alunos e orientar o ensino de forma a corresponder ao nível de proficiência de cada aluno.

Além disso, muitas certificações de línguas baseiam-se nos níveis do QECRL. Portanto, se estás a pensar em obter uma certificação linguística, como o TOEFL para inglês ou o DELE para espanhol, é útil conhecer o teu nível de proficiência de acordo com o QECRL.

Em resumo, entender o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas é essencial para qualquer pessoa envolvida na aprendizagem ou ensino de línguas. Proporciona um caminho claro para o progresso e ajuda a garantir que os esforços de aprendizagem sejam direcionados de forma eficaz. Independentemente de estares a começar a aprender uma nova língua ou se já estás num nível avançado, o QECRL é uma ferramenta valiosa para orientar a tua jornada de aprendizagem linguística.

Caso deseje avaliar o seu nível de proficiência numa ou mais línguas, convidamos-te a usar os nossos testes disponíveis em https://www.ginasiosdavinci.com/linguas-testes-de-nivel/

Exames dia 3 de julho: Amanhã é o último dia da primeira fase de exames. Às 9:30 há exame Geometria Descritiva e à tarde, às 14:00, é a vez do Exame de História B

Para quem vai fazer o exame de Geometria:

Olá, futuros engenheiros, arquitetos e outros mestres da Geometria!
Chegou a vez do exame de geometria descritiva. Na certa que vais enfrentar intersecções de planos não projetantes que aguardam a tua resolução, linhas de intersecção de um plano com uma reta que vão desenhar o teu caminho para o sucesso.
É provável que haja uma figura situada num plano oblíquo, pois é como o teu percurso: pode parecer complexa à primeira vista, mas acredita em mim, tens as ferramentas para a compreender e a habilidade para a dominar. E as secções de pirâmides e prismas por planos projetantes? São como os teus objetivos na vida, que quando cortados no lugar certo, revelam as belas estruturas que construímos ao longo do nosso caminho de aprendizagem.
A secção de pirâmides e prismas por planos não projetantes vai desafiar-te a olhar para além do óbvio, tal como a vida, às vezes, exige de nós. As sombras de pirâmides regulares e oblíquas são como os desafios que surgem no nosso caminho – parecem grandes e assustadoras, mas à luz do teu conhecimento, irão encolher e tornar-se-ão domináveis.
E as intersecções de retas com prismas e pirâmides? Essas são as tuas oportunidades de provar a tua capacidade de pensar fora da caixa e de encontrar soluções criativas.
A representação de formas tridimensionais compostas em isometria, dimetria e perspetiva cavaleira, são outros desafios que te aguardam e que vão testar a tua capacidade de visualizar, de entender e de representar o mundo à tua volta em todas as suas dimensões.
Mas não te preocupes, eu sei que tens o conhecimento que é preciso para ultrapassares todos estes desafios. Lembra-te, este exame é mais do que um teste, é uma ponte para um futuro cheio de possibilidades.
Confio plenamente em ti. Portanto, mantém a calma, respira fundo e lembra-te que o teu esforço valerá a pena.
Desejo-te a maior sorte do mundo. Acredita em ti mesmo, assim como eu acredito!

Em vídeo > https://youtu.be/E7gsm0JubEA

Este artigo foi produzido pelo site de referência em Portugal para exames nacionais, https://www.examesnacionais.com.pt/ Este portal um recurso valioso para todos os alunos que se encontram a preparar para os exames nacionais. Nele encontras uma variedade de materiais de estudo, dicas e conselhos úteis. Encorajamos todos os alunos a visitar o site para obter mais informações e recursos para ajudar na preparação para os exames.

Exames dia 30 de junho: às 9:30 Desenho. À tarde, às 14;30, Inglês.

Para quem vai fazer o Exame de Inglês:

Don’t you think the English exam might touch on the subject of artificial intelligence? It’s very likely, and that would be interesting.

If this topic comes up, you can explore the possibilities and impacts of this technological revolution with the help of the infinitive and gerund. And remember, mastering word formation is the key to developing versatile and captivating writing.

This exam will be a journey towards a world full of cultural diversity, unique experiences, and new horizons of mobility. Your reliable guides on this adventure will mainly be verb tenses and adjectives. They will help you express your ideas clearly and precisely.

Don’t forget that technological innovation and social changes are shaping our future. Use conjunctions to connect ideas and express articulate opinions on these relevant topics.

Another topic that might be called upon for this journey is communication and ethics, vital elements that keep society cohesive. Hone your modal verbs, phrasal verbs, and propositions to confidently discuss these important topics.

It is also likely that you will be called upon to discuss environmental issues. If so, you can navigate past simple and perfect tense to discuss past events and their impacts. The Passive can be a useful tool to focus on the results of actions, rather than who performed them.

And what if the topic of advertising and marketing comes up? Here, quantifiers, relative clauses, and adverbs can be precious tools to add details and descriptions to your ideas.

Finally, see this exam as a moment to shine, to show off all the language skills you have acquired. Remember, this exam is not just a test, it’s a bridge to a world full of possibilities.

The English language is not just a tool for passing an exam. It’s the key that opens doors to new experiences, cultures, and friendships. It’s your voice in an increasingly globalized world.

I have full confidence in you. So keep calm, take a deep breath, and remember that your effort will be worth it.

I wish you all the luck in the world. Believe in yourself, just as I believe in you!

Em vídeo >

Este artigo foi produzido pelo site de referência em Portugal para exames nacionais, https://www.examesnacionais.com.pt/ Este portal um recurso valioso para todos os alunos que se encontram a preparar para os exames nacionais. Nele encontras uma variedade de materiais de estudo, dicas e conselhos úteis. Encorajamos todos os alunos a visitar o site para obter mais informações e recursos para ajudar na preparação para os exames.

Exames dia 27: às 9:30 há 3 exames – Matemática A do 12º, Matemática B e MACS (Matemática aplicada às ciências sociais) do 11º. De tarde é a vez do Latim

Para quem vai fazer Matemática A:

Em Busca dos Zeros Perdidos: A Epopeia de um Guerreiro no Exame de Matemática

Chegou o grande dia, o dia em que vais colocar todos os teus conhecimentos à prova no exame de Matemática do 12º ano.

Chegou o dia de vestires a tua armadura de conhecimento, de empunhares a tua espada de raciocínio lógico. É o dia de te tornares herói na tua própria epopeia matemática. Vais ser um Guerreiro dos números!

Lembra-te, cada problema é uma aventura, cada solução é um tesouro.

Vais demonstrar que és o mestre dos números, das funções de segundo, terceiro e quarto grau, da geometria, no plano e no espaço, da álgebra, da trigonometria, do cálculo.

Por isso, não tenhas medo dos teoremas nem das propriedades das funções. Transforma o temível Pi num amigo, e os números irracionais em parceiros.

Ao navegares pelas funções, lembra-te que cada parábola tem um só vértice e, nenhum, um ou dois zeros. A fórmula resolvente foi inventada para te ajudar a descobri-los. E a regra de Ruffini também existe para te ajudar a desvendar os segredos ocultos dos polinómios. Usa-a como um pirata usa o seu mapa do tesouro.

E se de repente te sentires perdido num labirinto de domínios e contradomínios, não te deixes intimidar. Eles são apenas as fronteiras do teu reino matemático.

Quando a geometria surgir, lembra-te: cada figura, no plano ou no espaço tem uma história para contar.

Lembra-te que, cada logaritmo é apenas uma ponte entre dois mundos, e cada exponencial, uma escada para os céus. Sobe-as com confiança.

E, por último, mas não menos importante, quando enfrentares os números complexos, ri na cara deles. Porque sabes que, por mais ‘imaginários’ que possam parecer, são tão reais como qualquer outro número no universo numérico.

Não te deixes enganar pelos limites, pois eles podem ser a porta para o infinito. Abre-a com coragem, e descobrirás mundos nunca antes imaginados.

Portanto, que a precisão do teu raciocínio seja a tua bússola. Que as derivadas não sejam obstáculos, mas degraus para a compreensão mais profunda. E lembra-te, qualquer que seja o resultado, nunca pares de explorar o incrível universo matemático.

Boa sorte e um abraço infinito e um sorriso exponencial.

Muito Boa sorte! 🍀👍

Em vídeo > https://youtu.be/xk3xMVRIq_Y

Este artigo foi produzido pelo site de referência em Portugal para exames nacionais, https://www.examesnacionais.com.pt/ Este portal um recurso valioso para todos os alunos que se encontram a preparar para os exames nacionais. Nele encontras uma variedade de materiais de estudo, dicas e conselhos úteis. Encorajamos todos os alunos a visitar o site para obter mais informações e recursos para ajudar na preparação para os exames.

27 de junho, Exame de filosofia.

Se vais fazer exame de filosofia, não te esqueças que a sabedoria reside, não apenas em saber as respostas, mas também em perguntar as questões certas. Então, quando estiveres a responder sobre as implicações morais do Imperativo Categórico de Kant, lembra-te do ‘porquê’. Ou quando estiveres a discutir a Alegoria da Caverna de Platão, não te esqueças de perguntar, e…se?

Se o absurdo da vida te atingir, ri como faria Camus. Se caíres num poço de dúvidas, dança ao redor do abismo como Nietzsche! E se te sentires perdido no meio do exame, lembra-te que até Sócrates admitiu “só sei que nada sei”. Por vezes, a confusão também pode ser uma forma de sabedoria.

Portanto, prepara-te para dilemas morais, estética, lógica, epistemologia, mas acima de tudo, não te esqueças de desfrutar do processo. Afinal, a Filosofia não é apenas um tema de exame, mas uma maneira de viver, questionar e compreender o mundo à nossa volta.

Boa sorte para o exame! Que a força de Aristóteles esteja contigo e que a lógica de Spinoza te guie. E, lembra-te, seja qual for o resultado, continua a filosofar e a questionar. Afinal, todos somos filósofos, só que alguns têm de fazer exames e outros não!

Um grande abraço e um sorriso à Decartes 😊

Muito Boa sorte! 🍀👍

Em vídeo > https://youtu.be/TMFAYbdnXsU

Este artigo foi produzido pelo site de referência em Portugal para exames nacionais, https://www.examesnacionais.com.pt/ Este portal um recurso valioso para todos os alunos que se encontram a preparar para os exames nacionais. Nele encontras uma variedade de materiais de estudo, dicas e conselhos úteis. Encorajamos todos os alunos a visitar o site para obter mais informações e recursos para ajudar na preparação para os exames.

Prova final nacional de Português 9º ano. Enfrenta a prova com confiança: 10 úteis conselhos para o dia anterior e para o dia da prova.

Antes da prova:

1 – No dia anterior, revê as matérias: Faz uma última revisão dos tópicos-chave da matéria. Reforça a tua compreensão dos conceitos fundamentais e relê alguns textos ou excertos literários que possam ser relevantes na prova. Pratica a análise e interpretação de textos, identificando os elementos literários, as figuras de estilo e a estrutura narrativa.
Inclui na tua revisão um tempo dedicado aos clássicos da literatura portuguesa, como Gil Vicente e as suas obras “Auto da Índia” e  “Auto da Barca do inferno”; obviamente Camões e os “Lusíadas”; narrativas e crónicas de autores portugueses, como Eça, Virgílio, Camilo, etc.; autores estrangeiros de língua portuguesa e autores estrangeiros de outras línguas, por fim, autores e obras de literatura infantil. Ao compreenderes as características e elementos literários de cada autor, estarás melhor preparado(a) para enfrentar a prova.

2 – Prepara o teu material: Certifica-te de que tens todo o material necessário. Verifica se tens caneta azul ou preta, lápis, relógio, cartão de cidadão. Água (sem rótulo) e um snack (uma barra de cereais, uma peça de fruta, por exemplo). Organiza-os de forma clara e acessível, para que possas encontrá-los facilmente durante a prova.

3 – Descansa bem: Uma noite de sono adequada é fundamental para estares alerta e focado durante a prova. Certifica-te de ter uma boa noite de descanso. Levanta-te bem cedo para teres tempo suficiente para te preparares.

4 – Alimenta-te corretamente: Um pequeno-almoço nutritivo vai fornecer-te a energia necessária para enfrentares os desafios da prova. Opta por alimentos saudáveis que te mantenham com energia e evita alimentos pesados que possam causar sonolência.

5 – Chega cedo: Evita o stress desnecessário e chega à sala de exame com antecedência. Isso dará tempo para te acomodares, tranquilizares e familiarizares com o ambiente antes do início da prova.

Durante a prova:

1 – Mantém a calma: Respira fundo e mantém a calma durante toda a prova. Lembra-te de que estás preparado e confia nas tuas capacidades. O nervosismo pode atrapalhar o teu desempenho, por isso tenta relaxar e manter-te focado(a).

2 – Concentra-te nas questões e lê atentamente cada enunciado. Dedica alguns segundos a ler cada pergunta com calma e compreender o que é solicitado. Isso evitará interpretações erradas e possíveis erros na resposta. Sublinha ou destaca as partes mais importantes do enunciado.

3 – Aplica os conhecimentos adquiridos nas explicações. Utiliza as técnicas e estratégias de análise e interpretação de textos que aprendeste. Presta atenção aos elementos gramaticais e sintáticos presentes nos textos. Demonstra o teu domínio da língua portuguesa nas respostas.

4 – Verifica as respostas: Depois de responderes a cada pergunta, revê o que escreveste. Assegura-te de que estão corretas e de que cumprem todos os requisitos solicitados. Justifica as respostas, sempre que possível, explicando o teu raciocínio. Demonstrar o teu conhecimento e a tua capacidade de argumentação pode ajudar a obter pontos adicionais, mesmo que a resposta final não esteja perfeitamente correta.

5 – Gere o tempo com sabedoria. Divide o tempo disponível para cada parte da prova de acordo com a sua complexidade e número de questões. Não gastes demasiado tempo numa única questão. Se tiveres dificuldades, passa para a próxima e volta mais tarde. Se possível, deixa algum tempo para reveres as tuas respostas antes de entregares a prova.

Mantém-te confiante, concentra-te nas estratégias de análise e interpretação de textos, e acredita que estás preparado(a) para enfrentar o exame de Português. Boa sorte! 🍀👍

Este artigo foi produzido pelo site de referência em Portugal para exames nacionais, https://www.examesnacionais.com.pt/. Este site é um recurso valioso para todos os alunos que se encontram a preparar para os exames nacionais. Nele encontras uma variedade de materiais de estudo, dicas e conselhos úteis. Encorajamos todos os alunos a visitar o site para obter mais informações e recursos para ajudar na preparação para os exames. Bom estudo e boa sorte!

Solstício de Verão / Início do Verão

Dia 21 ocorre o solstício de verão. É neste dia que começa o Verão. É o dia com mais horas de luz do ano. Sabes o que é o solstício? Nós Explicamos:
O solstício de verão é um fenómeno astronómico que ocorre quando o eixo de rotação do nosso planeta está mais inclinado em direção ao sol do que em qualquer outro momento do ano. Este é o dia mais longo do ano, o que significa que teremos mais luz solar do que qualquer outro dia, marcando assim o início oficial do verão no hemisfério norte.
A partir de amanhã, após o solstício de verão, os dias começam gradualmente a ficar mais curtos e as noites mais longas até ao solstício de inverno, que ocorre por volta de 21 de dezembro.
No hemisfério sul, esta data marca o solstício de inverno, que é o dia mais curto do ano e o início oficial do inverno. Isto ocorre devido à inclinação do eixo de rotação da Terra, fazendo com que enquanto um hemisfério esteja inclinado em direção ao sol (o que causa o verão), o outro esteja inclinado para longe dele (o que causa o inverno).
A palavra “solstício” vem do latim “solstitium” e significa “sol parado”. Durante o solstício, o sol parece parar no céu ao meio-dia, atingindo o seu ponto mais alto no céu e oferecendo-nos o máximo de luz diurna.
O solstício de verão tem sido celebrado desde tempos imemoriais, pois marca o pico do verão e o início do fim da estação mais quente do ano. Em Portugal, este dia é comemorado com festas, rituais e eventos tradicionais em todo o país, desde as fogueiras de S. João no Porto até à dança dos pauliteiros em Bragança.
Para muitos de nós, o solstício de verão é mais do que apenas um evento astronómico. É um tempo para celebrar a natureza, a vida e a luz do sol. É uma oportunidade para refletir sobre a passagem do tempo e para apreciar a beleza que o verão traz.
Então, vamos juntos celebrar o solstício de verão! Aproveita este dia de luz extra para explorar a beleza natural de Portugal, passar tempo com aqueles que amas, ou simplesmente relaxar e desfrutar do sol.
E, enquanto celebramos a chegada do verão no hemisfério norte, enviamos os nossos melhores desejos aos nossos amigos no hemisfério sul que estão a celebrar o solstício de inverno e a chegada do inverno.

Feliz verão para todos!

www.ginasiosdavinci.com / Onde há sempre mais para aprender.

26 de junho, Exames: De manhã, Física e Química. À tarde, Literatura Portuguesa.

Vamos entrar na segunda e última semana da 1ª fase de exames nacionais.

Às 9:30h, é a hora para o decisivo exame de Física e Química. Preparem-se para enfrentar fórmulas e equações. Não se preocupem, não vamos pedir para construir um reator nuclear caseiro ou criar uma poção mágica que transforme água em coca-cola. Lembrem-se, a chave para o sucesso é entender as leis da natureza, dominar as grandezas físicas e químicas, e saber como aplicá-las de forma inteligente. Mostra o Einstein que há em ti! 💥⚗️🔬

À tarde, às 14:00h é a vez de mergulharmos na literatura portuguesa. Prepara-te para te encantar com as palavras de grandes escritores e poetas. Terás a oportunidade de explorar as obras-primas da literatura nacional, mergulhar nas entrelinhas dos sonetos e descobrir a beleza das metáforas. Mostra que também és um verdadeiro mestre das palavras! 📖✍️📚

Física e Química

Hora do Exame: Os exames terão início às 9:30. É aconselhável chegar com pelo menos 40 minutos de antecedência para evitar imprevistos.
Hora de Chamada: A chamada será realizada 25 minutos antes do início do exame.
Material Necessário: Utilizem caneta azul ou preta para responder às questões.
Identificação: Não esquecer o cartão de cidadão para fins de identificação.
Duração e Tolerância: Os exames terão duração de 120 minutos, com uma tolerância de 30 minutos.
Estrutura e pontuação: Serão apresentadas 16 perguntas obrigatórias, totalizando 160 pontos, além de 8 questões, que contribuem para a classificação final da prova os 4 cujas respostas obtenham melhor pontuação, que totalizam 40 pontos.

Literatura Portuguesa

Hora do Exame: Os exames terão início às 14:00. É aconselhável chegar com pelo menos 40 minutos de antecedência para evitar imprevistos.
Hora de Chamada: A chamada será realizada 25 minutos antes do início do exame.
Material Necessário: Utilizem caneta azul ou preta para responder às questões.
Identificação: Não esquecer o cartão de cidadão para fins de identificação.
Duração e Tolerância: Os exames terão duração de 120 minutos, com uma tolerância de 30 minutos.
Estrutura e pontuação: Serão apresentadas 5 perguntas obrigatórias totalizando 125 pontos, além de 4 outras questões, que contribuem para a classificação final da prova 3 cujas respostas obtenham melhor pontuação, que totalizam 75 pontos.

Mantém-te confiante, concentra-te e acredita de que estás preparado. Boa sorte! 🍀👍

Este artigo foi produzido pelo site de referência em Portugal para exames nacionais, https://www.examesnacionais.com.pt/ Este portal um recurso valioso para todos os alunos que se encontram a preparar para os exames nacionais. Nele encontras uma variedade de materiais de estudo, dicas e conselhos úteis. Encorajamos todos os alunos a visitar o site para obter mais informações e recursos para ajudar na preparação para os exames.

23 de junho, Exames: De manhã, Economia. À tarde, Alemão.

Às 9:30, é a hora do exame de Economia. É hora de mergulhar no mundo das finanças, dos números e das teorias económicas. Gráficos e tabelas, oferta e da procura. Mostrem que são verdadeiros mestres das leis do mercado. Estejam preparados para analisar cenários e tomar decisões estratégicas

À tarde, às 14:00, é a vez do Alemão. Preparem-se para uma viagem pela língua de Goethe, mergulhando na gramática, vocabulário e cultura germânica. Mostrem que são verdadeiros “experts” na arte de declinar substantivos e conjugar verbos, e não tenham medo de colocar a pronúncia em prática, mesmo que às vezes pareça que estão a engolir uma salsicha. 🌭😄

Economia

Hora do Exame: Os exames terão início às 9:30. É aconselhável chegar com pelo menos 40 minutos de antecedência para evitar imprevistos.
Hora de Chamada: A chamada será realizada 25 minutos antes do início do exame.
Material Necessário: Utilizem caneta azul ou preta para responder às questões.
Identificação: Não esquecer o cartão de cidadão para fins de identificação.
Duração e Tolerância: Os exames terão duração de 120 minutos, com uma tolerância de 30 minutos.
Estrutura e pontuação: Serão apresentadas 20 perguntas obrigatórias, totalizando 160 pontos, além de 10 questões, que contribuem para a classificação final da prova os 5 itens cujas respostas obtenham melhor pontuação, que totalizam 40 pontos.

Alemão

Hora do Exame: Os exames terão início às 14:00. É aconselhável chegar com pelo menos 40 minutos de antecedência para evitar imprevistos.
Hora de Chamada: A chamada será realizada 25 minutos antes do início do exame.
Material Necessário: Utilizem caneta azul ou preta para responder às questões.
Identificação: Não esquecer o cartão de cidadão para fins de identificação.
Duração e Tolerância: Os exames terão duração de 120 minutos, com uma tolerância de 30 minutos.
Estrutura e pontuação: Serão apresentadas 10 perguntas obrigatórias e produção e interação oral, totalizando 152 pontos, além de 8 outras questões, que contribuem para a classificação final da prova 6 cujas respostas obtenham melhor pontuação, que totalizam 40 pontos.

Mantém-te confiante, concentra-te e acredita de que estás preparado. Boa sorte! 🍀👍

Este artigo foi produzido pelo site de referência em Portugal para exames nacionais, https://www.examesnacionais.com.pt/ Este portal um recurso valioso para todos os alunos que se encontram a preparar para os exames nacionais. Nele encontras uma variedade de materiais de estudo, dicas e conselhos úteis. Encorajamos todos os alunos a visitar o site para obter mais informações e recursos para ajudar na preparação para os exames.